Cadastre-se e receba novidades de Promovol Eventos

Campeonato / Brasileirão 2018 / 16ª Rodada / SAN 0x1 AME

América-MG segura a pressão do Santos, vence a primeira fora de casa e aumenta a crise no Peixe
Com gol de pênalti, convertido por Ruy, Coelho chega à segunda vitória consecutiva, pega o elevador e alcança a primeira página da tabela do Brasileirão; Time paulista, em mau momento, pode entrar no Z-4 ainda nesta rodada

PRÊMIO PARA A DISCIPLINA TÁTICA
O jogo deste domingo entre Santos e América-MG, na Vila Belmiro, teve um cenário muito óbvio, assim como a estratégia de cada um dos times. O Peixe, jogando em casa, propôs o jogo durante quase todo o tempo. O Coelho, buscando a primeira vitória como visitante, se defendeu o tempo todo e buscou os contra-ataques. Em um deles, conseguiu um pênalti marcado em Marquinhos. Ruy converteu. Depois, o cenário de ataque contra defesa ficou ainda mais forte. A defesa prevaleceu. Foram 32 finalizações santistas contra duas americanas. E o Coelho volta para casa com os três pontos: 1 a 0.

PRIMEIRO TEMPO
O Santos buscou mais o jogo desde os primeiros minutos, mas apresentava uma grande dificuldade no terço final do campo. Os últimos passes não funcionavam, assim como as finalizações. A defesa americana se portava bem. Aos 36 minutos, após bate e rebate na área, Victor Ferraz teve chance clara, mas bateu para fora. O "quem não faz, leva" apareceu. Dois minutos depois, aos 38, a arbitragem viu pênalti em Marquinhos. Ruy bateu bem, no canto esquerdo de Vanderlei, que até acertou o lado, mas viu a bola morrer no fundo das redes.

SEGUNDO TEMPO
O desespero santista em busca do empate foi aumentando a cada minuto. Serginho Chulapa tentou colocar sangue novo em campo com as entradas de Jean Mota, Yuri Alberto e Arthur Gomes, mas não funcionou. Yuri Alberto teve, inclusive, a chance mais clara do jogo aos 32 minutos, mas chutou para fora após rebote de João Ricardo. A pressão continuou, o Peixe finalizou na trave algumas vezes, mas não conseguiu balançar as redes e saiu de campo amargando a derrota. O Coelho, claro, comemorou muito o heroico resultado.

QUE FASE!
Gabriel, o Gabigol, não vive bom momento com a camisa santista. Neste domingo, teve mais uma atuação apagada, perdeu um gol praticamente embaixo das traves e foi substituído, aos 28 do segundo tempo, ouvindo vaias das arquibancadas.

NOVO CHEFE ESTÁ BEM DEMAIS!
O jogo contra o Santos foi o segundo de Adilson Batista no comando do América-MG. E que começo! Ele estreou contra o Internacional, no Independência, e venceu por 2 a 1. Na Vila, buscou, contando com muito comprometimento de seus jogadores, os primeiros três pontos do Coelho fora de casa.


Apoio / Parceiros

Sobre a Promovol

Todos os direitos reservados a Promovoleventos.com.br