Cadastre-se e receba novidades de Promovol Eventos

Campeonato / Brasileirão 2018 / 16ª Rodada / PAL 3x0 PAR

À espera de Felipão, Palmeiras passa fácil pelo Paraná com novo show de Bruno Henrique
Volante, que já havia feito dois gols no domingo passado, repete a dose é o destaque de uma vitória tranquila do Verdão; time paranaense segue afundado na zona do rebaixamento, com apenas um ponto como visitante

VITÓRIA FÁCIL
Enquanto espera Luiz Felipe Scolari, que está em Portugal e deve ser apresentado para iniciar sua terceira passagem pelo Palmeiras só na sexta-feira, o time do Verdão, comandado pelo interino Wesley Carvalho, fez a lição de casa e bateu o Paraná por 3 a 0 na manhã deste domingo, em São Paulo. O volante Bruno Henrique voltou a ser o destaque, novamente com dois gols, assim como já havia feito na vitória sobre o Atlético-MG, no domingo passado, também em casa. Lucas Lima, saindo do banco de reservas, fez o terceiro gol.

NA TABELA
Com a vitória, o Palmeiras foi a 26 pontos, mesmo número de Grêmio e Inter, que jogam ainda neste domingo, contra Chapecoense e Botafogo, respectivamente. Se os gaúchos pontuarem, e o Cruzeiro vencer o São Paulo em casa, o Verdão terminará a rodada em sétimo. Mas se os resultados lhe forem favoráveis, fica dentro do G-4. Já o Paraná segue afundado na zona do rebaixamento, com 13 pontos, apenas um deles conquistado como visitante. 

O QUE VEM POR AÍ
Pelo Campeonato Brasileiro, os dois times voltam a jogar no próximo domingo, às 16h: o Paraná recebe o Ceará, e o Palmeiras pega o América-MG no Independência. Antes, o Verdão encara o Bahia em Salvador, às 19h15, pela Copa do Brasil.

QUE FASE DE BRUNO HENRIQUE

O volante agora soma 11 gols em 37 jogos na temporada, apenas quatro a menos do que Borja, artilheiro da equipe. No total, BH tem 54 jogos, 13 gols e quatro assistências com a camisa do Verdão.

ANÁLISE DO PALMEIRAS
Foi o primeiro jogo do Palmeiras após a demissão de Roger Machado e contratação de Luis Felipe Scolari (que chegará ao clube só na sexta-feira). O time foi comandado pelo interino Wesley Carvalho, técnico do time sub-20. E ele surpreendeu na escalação, mandando Lucas Lima para o banco e escalando Artur, 20 anos. O garoto fez exatamente o que lhe foi pedido: deu velocidade e amplitude ao time, aberto pela direita, e, sem a bola, marcou o lateral adversário. Uma atuação muito segura do Palmeiras se deu muito em função da escalação de Moisés e Bruno Henrique como volantes - marcaram e saíram bem para o jogo, ajudando Scarpa na armação. Willian também foi muito bem, movimentando-se bastante e abrindo espaços para quem vinha de trás. Na defesa, nenhum susto.

ANÁLISE DO PARANÁ
O Paraná de Rogério Micale não conseguiu repetir a boa atuação na derrota para o Atlético-MG, na rodada passada, e pouco mostrou diante do Palmeiras. Inofensivo no ataque, teve apenas duas finalizações no primeiro tempo, quando viu Bruno Henrique marcar dois gols. Envolvido pelo Verdão, o Tricolor foi dominado e pouco produziu. Resultado: mais um revés como visitante - agora são sete derrotas e um empate fora de casa, e segue afundado na zona de rebaixamento.

PRIMEIRO TEMPO
O jogo começou devagar, com os dois times se estudando: o Paraná num 4-1-4-1, com duas linhas de quatro bem definidas, e o Palmeiras num 4-2-3-1, com Bruno Henrique e Moisés como volantes de boa saída de jogo, com Artur na direita e Dudu na esquerda, além de Scarpa centralizado, Willian como referência ofensiva. O primeiro chute a gol foi aos 16 minutos e... entrou! Willian fez o pivô para Bruno Henrique chegar batendo de fora da área. A partir daí, tudo ficou mais fácil para o Palmeiras. Bem compactado, seguro, o time manteve a posse e ampliou aos 40, novamente com Bruno Henrique, pegando rebote de Artur, a surpresa na escalação (o interino Wesley Carvalho mandou Lucas Lima para o banco).

SEGUNDO TEMPO
O Paraná chegou a esboçar uma reação e assustou em lances de bola parada - Silvinho chegou a mandar uma na trave, aos 5 minutos. Mas logo o Palmeiras retomou o controle do jogo. O interino Wesley Carvalho rodou o time - tirou Scarpa, Artur (saiu aplaudido) e Bruno Henrique (ovacionado) e para colocar Hyoran, Lucas Lima e Thiago Santos. O Verdão acabou chegando ao terceiro gol com Lucas Lima, num golaço de fora da área, aproveitando rebote de escanteio.


Apoio / Parceiros

Sobre a Promovol

Todos os direitos reservados a Promovoleventos.com.br