Cadastre-se e receba novidades de Promovol Eventos

Em noite de Jefferson, Bota suporta pressão e aproveita bola aérea para vencer Flu

Em noite de Jefferson, Bota suporta pressão e aproveita bola aérea para vencer Flu

QUEM NÃO FAZ...
O Fluminense foi superior em posse de bola e chances criadas no Nilton Santos. Mas o Botafogo contou com um ídolo inspirado na noite desta segunda-feira para derrotar o rival por 2 a 1 em casa. Jefferson fez inúmeras defesas importantes e foi o cara da vitória alvinegra. Rodrigo Lindoso abriu o placar para o Bota, de cabeça. Pedro, de peito, empatou para o Tricolor. No segundo tempo, Kieza, também de cabeça, garantiu os três pontos para o Alvinegro.

PRIMEIRO TEMPO
Sornoza, Pedro, Gilberto, Marcos Jr., Jadson. Difícil escolher o melhor jogador em campo pelo Flu na etapa inicial. Muito bem coletivamente, o Tricolor deu poucos espaços para o Alvinegro nos primeiros 45 minutos. Superior, o Flu criou ao menos seis chances reais de gol, mas, na única chance que teve, o Bota abriu o placar com Lindoso, de cabeça. O Flu não se abateu, seguiu com a pressão e conseguiu empatar com Pedro, de peito. O time de Alberto Valentim participou pouco do jogo e se viu dominado pelo rival comandado por Abel Braga.

SEGUNDO TEMPO
O Botafogo melhorou a marcação para a segunda etapa, mas o Fluminense continuou melhor, com mais volume de jogo, porém, errando algumas jogadas e dando espaços para o adversário. A verdade é que o Tricolor cansou e não conseguiu manter o ritmo da etapa inicial, apesar de continuar com mais oportunidades do que o Alvinegro. O Bota permaneceu apostando nas jogadas aéreas e, assim, conseguiu a vitória. Marcinho cobrou escanteio e Kieza cabeceou para as redes. Júlio César foi acionado apenas em finalização de Brenner, enquanto Jefferson fez defesas importantíssimas.

HERÓI ALVINEGRO
Se o Flu teve 58% de posse de bola, 22 finalizações contra 8 do Bota, 10 chances claras de gol... Por que o Alvinegro levou a melhor? Porque tem Jefferson! O goleiro foi espetacular nesta segunda-feira e fez excelentes defesas, impedindo que o Tricolor balançasse mais vezes as redes. Sornoza, Marcos Jr., Pedro e Jadson tentaram, mas a noite era do ídolo alvinegro, que pode ser considerado o responsável pela vitória do time de Alberto Valentim.

URUGUAIO ESTREANTE
O Botafogo aproveitou a vantagem no placar para fazer a estreia do atacante Aguirre, anunciado pelo Alvinegro em março. O uruguaio, que operou o menisco do joelho direito em dezembro, fez a fase final da recuperação no Bota e foi relacionado pela primeira vez nesta segunda. Ele substituiu Brenner aos 31 da segunda etapa e quase estreou com gol. Em sua primeira participação no jogo, Aguirre tabelou com Lindoso, invadiu a área, e por pouco não conseguiu a finalização. O jogador, emprestado pela Udinese e que também interessava ao Fluminense, foi discreto no restante da partida.

BOTA PEDE PASSAGEM
Com a vitória no clássico, o Botafogo chegou aos oito pontos e ultrapassou o Fluminense na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, chegando ao sexto lugar. Com sete pontos, o Tricolor caiu para a nona colocação.

Na próxima rodada, o Alvinegro vai enfrentar o América-MG, no domingo, às 16h, no Independência. Já o Flu joga contra o Atlético-PR, também no domingo, às 19h, no Maracanã.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/rj

Apoio / Parceiros

Sobre a Promovol

Todos os direitos reservados a Promovoleventos.com.br