Cadastre-se e receba novidades de Promovol Eventos

Com show de Alisson, Grêmio vence o Tucumán na Argentina e encaminha vaga para semi

Com show de Alisson, Grêmio vence o Tucumán na Argentina e encaminha vaga para semi

O JOGO
Mais de 30 mil torcedores se apinharam nas arquibancadas do Monumental José Fierro, nesta terça-feira, em uma festa inflamada pelo "jogo de suas vidas", na ida das quartas de final da Libertadores. Ali, na mesma cidade que sediou o grito de independência de sua nação, há mais de 200 anos, os argentinos viram o Grêmio, atual campeão da América, bradar mais alto e proclamar de vez sua candidatura ao tetracampeonato do continente. Com uma atuação de gala de Alisson, autor de um gol e de uma assistência para Everton, o Tricolor venceu o Atlético Tucumán por 2 a 0 e encaminhou a vaga na semifinal da competição, numa partida que teve ainda Gervasio Núñez expulso com uso do VAR.

COMO FICA O CONFRONTO
A vitória maiúscula desta terça-feira encaminha a presença do Grêmio na semifinal da Libertadores. O Tricolor pode até perder por 1 a 0 no jogo da volta, em 2 de outubro, às 21h45, na Arena, que garante a vaga. Antes, porém, a equipe retoma o foco no Brasileirão. Os gremistas enfrentam o Ceará neste domingo, às 11h, também em Porto Alegre

PRIMEIRO TEMPO
Embalado pela torcida, o Tucumán se atirou ao ataque e iniciou a partida disposto a pressionar o Grêmio com investidas pelos lados e jogadas aéreas contra uma defesa gremista um tanto insegura. Mas que conseguiu se segurar, com direito a defesaça de Marcelo Grohe em cobrança de falta de Nuñez. Passado o susto, pesou a maturidade de uma equipe acostumada a duelos deste quilate.

O Tricolor encontrou o encaixe na formação com Ramiro mais recuado, Cícero adiantado e Luan de falso nove. E viu brilhar a estrela de Alisson. Aos 34, Geromel cobrou falta na cabeça de Cícero, que escorou para o atacante, escolhido por Renato, estufar as redes de Luchetti. O mesmo Alisson ainda "cavou" a expulsão de Nuñez, por um pisão em suas costas, graças ao VAR.

SEGUNDO TEMPO
Com um a menos e em desvantagem, o Tucumán até tentou ensaiar uma reação para pressionar o Grêmio no segundo tempo. Mas diga isso a um Alisson endiabrado e com estrela para encaminhar a vaga na semifinal ainda em solo argentino. Aos 9, o atacante recebeu passe açucarado de Leonardo , pela direita. E foi ainda mais gentil com Everton: invadiu a área e cruzou "com a mão" para o companheiro entrar e apenas completar para as redes. A partir daí, a pressão argentina, desorientada, arrefeceu e deu lugar à festa gremista. 

ESTRELA DE ALISSON...
O Grêmio retornará a Porto Alegre em voo fretado já na madrugada desta quarta-feira com a vaga na semifinal da Libertadores encaminhada. E graças a Alisson. Surpresa de Renato Portaluppi nesta terça-feira, o atacante fez sua estrela brilhar com um verdadeiro show para comandar a vitória gremista com um gol e uma assistência na medida para Everton. Herói da classificação contra o Estudiantes, grava de vez seu nome na equipe titular.

...E DE RENATO
Voltemos 73 dias no tempo, exatamente para 18 de setembro de 2016. Renato Portaluppi era anunciado como técnico do Grêmio para tirar o clube do ostracismo e conduzi-lo a uma era de ouro, com quatro títulos e coroada pelo tri da América em 2018. A estrela do ídolo máximo gremista está fortemente associado ao seu sucesso. E se fez presente dois anos mais tarde, nesta terça-feira. 

O técnico armou o time com Ramiro mais recuado, Cícero adiantado, Luan de falso nove e Alisson como atração. Viu todas as suas alterações surtirem efeito com a vaga encaminhada.

VOA, CEBOLINHA
De volta ao time titular, Everton brilhou menos que Alisson, mas confirmou o protagonismo habitual, que rendeu a convocação recente, com direito a minutos em campo nos dois amistosos pela Seleção. O camisa 11 fez uma partida como de costume, com dribles e velocidade pelo lado esquerdo. Como de costume, também foi decisivo, com o gol que fechou o placar, seu 16º na temporada.

TEVE VAR
Protagonista da vitória, Alisson ainda esteve envolvido na primeira decisão revista pela arbitragem com o uso do VAR nesta edição da Libertadores – o recurso estreou nas quartas de final da competição. E graças à truculência de Gervasio Núñez. AOs 45 do primeiro tempo, o argentino não só derrubou o atacante gremista, como o acertou com um pisão nas costas. O árbitro WIlmar Roldán aplicou o amarelo de imediato. Mas reviu o lance e voltou atrás: anulou o cartão e mostrou o vermelho, para desespero do gringo.

O pioneirismo, aliás, acompanha o Tricolor desde o início do ano. E remete até ao tri da América. Os gremistas esbravejaram pelo uso do recurso no primeiro jogo da final da Libertadores contra o Lanús. E tiveram o pedido atendido no duelo de ida da Recopa Sul-Americana, contra o Independiente, quando Gigliotti foi expulso por acertar uma cotovelada em Kannemann.

INVENCIBILIDADE?
Implacável, o Grêmio ainda exorcizou uma invencibilidade de seis meses e 11 jogos do Atlético Tucumán no Estádio Monumental José Fierro. O clube não era batido em seu reduto desde a derrota por 2 a 0 para o Libertad, também pela Libertadores, em 13 de março. Vivia uma série de seis vitórias e cinco empates, dissipada pelo Tricolor.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/rs

Apoio / Parceiros

Sobre a Promovol

Todos os direitos reservados a Promovoleventos.com.br