Cadastre-se e receba novidades de Promovol Eventos

Com golaços de falta e reestreia de Julio Cesar, Fla vence o Boavista e segue líder

Com golaços de falta e reestreia de Julio Cesar, Fla vence o Boavista e segue líder

O JOGO
Ganhou e melhorou. Depois de atuações decepcionantes contra Fluminense, River Plate e Botafogo (apesar de três resultados diferentes), o Flamengo fez por merecer o 3 a 0 diante do Boavista, nesta quarta-feira, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela quarta rodada da Taça Rio. Rodinei abriu o placar, Diego e Paquetá ampliaram em cobranças de faltas fazendo justiça a uma partida onde o Rubro-Negro foi superior durante os 90 minutos.

O DONO DA FESTA
Julio Cesar participou pouco do jogo, fez apenas uma defesa, mas foi, inegavelmente, a principal atração da noite de quarta-feira em Volta Redonda. Depois de 13 anos, o goleiro voltou a vestir a camisa rubro-negra e foi muito aplaudido pelo torcedor a cada toque na bola. Ausente da lista da Libertadores, ele encerrará a carreira ao término do Carioca e a tendência é que tenha mais oportunidades nas rodadas finais da Taça Rio, diante de Macaé e Portuguesa. Justa homenagem.

COMO FICOU?
Com o resultado, o Flamengo segue líder isolado do Grupo B, com nove pontos, e tem chance de garantir a classificação para a semifinal no próximo sábado, quando visita o Macaé, às 19h30 (de Brasília), no Moacyrzão. A tendência é que Carpegiani coloque time reserva pensando no duelo com o Emelec, pela Libertadores. Já o Boavista é o quarto colocado no Grupo C, com seis pontos, e recebe o Bangu, também sábado, às 16h, em Bacaxá.

PRIMEIRO TEMPO
Um time que não queria ter a bola e outro que não sabia muito o que fazer com ela. O Flamengo teve mais posse, presença no campo de ataque, mas criou muito pouco diante de um Boavista que só se preocupou em se defender nos 45 minutos iniciais. Lucas Paquetá foi quem mais tentou levar o Rubro-Negro ao ataque com lances individuais. A pontaria, entretanto, não foi das melhores. Na principal chance, Everton chutou para defesa de Rafael após lindo passe de Renê. Do outro lado, o time de Saquarema tinha a velocidade de Lucas para puxar contragolpes, mas não fez o estreante Julio Cesar trabalhar.

SEGUNDO TEMPO
O Flamengo seguiu dono do jogo no segundo tempo e soube fazer valer a superioridade. Com a bola no chão, criou melhores jogadas e dava a impressão de que o gol era questão de tempo. E foi. Depois de Henrique Dourado e Everton desperdiçarem boas chances, Rodinei emendou um chutaço de fora da área em sobra de escanteio e contou com falha de Rafael para abrir o placar. O Boavista, que já estava acuado, deu ainda mais espaços e tentou conter os ataques rubro-negros com faltas. Acabou punido por isso. Diego e Lucas Paquetá, um em cada lado do campo, marcaram em cobranças com categoria para dar números finais a um jogo onde praticamente apenas um time jogou.

Fonte: https://globoesporte.globo.com

Apoio / Parceiros

Sobre a Promovol

Todos os direitos reservados a Promovoleventos.com.br